Entenda tudo sobre a semente ideal para sua lavoura

0

O sucesso produtivo de uma lavoura – seja qual for a cultura- depende de diversos fatores juntos, mas, sem dúvida, as sementes e suas características têm um papel fundamental no resultado final da safra. As sementes carregam o potencial genético de produtividade, além de atributos agronômicos importantes como tolerância a nematoides e determinadas doenças, ciclo (grupo de maturação), hábito de crescimento, entre outros. Tais fatores, somados ao contato com o ambiente, fazem com que a variedade da cultura expresse o seu potencial e entregue os melhores resultados ao agricultor.

Escolher a melhor variedade para determinada situação ou ambiente, de forma isolada, não é suficiente. É preciso garantir que as sementes tenham características de qualidade que garantam o correto estabelecimento da lavoura. Sementes com altos índices de germinação e vigor, por exemplo, auxiliam na correta formação da lavoura, promovendo a emergência mais rápida e uniforme, além de plantas mais fortes e vigorosas.

Diversos testes de qualidade são feitos em: pré-colheita, colheita, beneficiamento, armazenagem e pré-carregamento, com o objetivo de garantir que o agricultor leve para a sua propriedade sementes com altos índices de germinação, vigor, pureza genética e física,além de deixá-lo livre de problemas físicos e fitossanitários .Estas características, somadas à interação com o ambiente, possibilitam ao agricultor estabelecer a sua lavoura de forma adequada e dar o primeiro passo para alcançar os melhores resultados.

A aquisição da semente

A semente é a base da produção agrícola, sendo determinante para a produtividade das lavouras, estabilidade da produção e rentabilidade do produtor. Apesar dessa importância, a participação percentual da semente de qualidade superior no custo de produção das lavouras é pequena, sendo estimada em 2 a 3% para algodão, entre 4 a 5% para arroz de terras altas, 10% para feijão, 7 a 12% para milho híbrido, 5% para soja e 11% para trigo. Por ser tão pequena a participação da sementes de qualidade no custo de produção, é tão importante o uso da boa semente para o sucesso da atividade agrícola, não se justifica fazer economia deixando de usar este insumo.

No momento da aquisição da semente, é importante que o agricultor, com o apoio da assistência técnica, faça a escolha da cultivar mais adequada às suas condições, e avalie a qualidade da semente a ser adquirida. É importante ressaltar, ainda, que o uso de sementes sem garantia de procedência (sementes piratas)impacta as lavouras de maneira negativa, reduzindo o potencial de produtividade e, consequentemente, a rentabilidade do agricultor. As sementespiratas não garantem segurança ao agricultor como as certificadas, elas podem levar para a sua propriedade novas doenças, plantas daninhas de difícil controle, além de grãos desuniformes e com baixos índices de germinação e vigor, impactando o stand final de plantas que é necessário para o bom desempenho da variedade da cultura escolhida. Para evitar problemas desta natureza, o agricultor deve selecionar um produtor de sementes de sua confiança e adquirir produtos certificados, evitando problemas desnecessários para o seu negócio.

A qualidade da semente

O uso de uma semente de qualidade superior dá segurança ao produtor no momento de instalar sua lavoura. A qualidade genética, física, fisiológica e sanitária da semente vai garantir o rápido estabelecimento da lavoura, com boa distribuição de plantas, livre da disseminação de plantas daninhas, doenças e pragas que possam comprometer a produção, com uniformidade de desenvolvimento, maturação e qualidade dos grãos.

Ao adquirir a semente, o agricultor deve certificar-se das boas condições das embalagens, da identificação adequada do lote de sementes, da existência do atestado de garantia de sementes emitido pelo técnico responsável, com base em boletim de análise de sementes com prazo de validade em vigor, e com resultados que se enquadrem nos padrões da cultura. Informações adicionais sobre a qualidade das sementes são bastante úteis no momento da aquisição, como análise de sanidade, testes de vigor e emergência em campo.

Para avaliar a qualidade das sementes adquiridas, o agricultor pode recorrer a uma rede de laboratórios credenciados para análise de sementes.

As características físicas também são muito relevantes e precisam ser consideradas como fatores de qualidade. Danos mecânicos, visíveis ou não, podem impactar na capacidade das plantas de se estabelecerem, ou até mesmo impedir a germinação. As sementes também podem ser consideradas veículos de disseminação de patógenos e plantas daninhas. Por isso, é muito importante considerar as características fitossanitárias e de pureza de cada lote, garantindo a ausência de agentes patogênicos e de espécies de plantas nocivas ao meio produtivo.

A construção da qualidade, porém,não é algo simples. Ela exige que os produtores de sementes licenciados tenham processos bem definidos e uma equipe de controle de qualidade especializada para garantir a satisfação dos usuários. As características das sementes que o agricultor compra são definidas desde o momento em que o campo de produção é estabelecido, percorrendo um longo caminho até a entrega do produto final.

Cuidados com a semente

A semente é um ser vivo que requer condições ambientais adequadas para preservar sua qualidade fisiológica até o momento do plantio. A umidade e a temperatura elevadas durante o armazenamento e o transporte são prejudiciais às sementes, provocando perdas de vigor e germinação. Por estas razões, devem ser observados os seguintes cuidados:

  • As sementes das grandes culturas devem permanecer acondicionadas em embalagens permeáveis ou porosas.
  • O local de armazenamento deve ser bem ventilado, seco, e com temperatura amena. Se na propriedade não há estas condições, a semente deve permanecer no armazém do fornecedor até o momento do plantio. 
  • Durante o transporte deve-se ter cuidado especial para evitar a exposição das sementes a temperaturas elevadas e à chuva. 
  • As sementes devem ser empilhadas sobre estrados que impeçam seu contato direto com o piso, e afastadas das paredes.
  • Diferentes lotes de sementes devem ser mantidos separados e bem identificados, tanto no armazém como no transporte.
  • As sementes devem ser protegidas contra fungos insetos e roedores.
  • Deve-se evitar o armazenamento de semente juntamente com fertilizantes, calcário, agroquímicos e combustíveis.

A semeadura

O sucesso na implantação de uma lavoura depende do uso de sementes de alta qualidade e de cuidados especiais no momento da semeadura, veja:

  • Época de plantio – observar a recomendação técnica para a cultivar, o seu ciclo e as condições climáticas predominantes na época da colheita.
  • Condições climáticas propícias para a semeadura em especial quanto a freqüência de chuvas e temperatura.
  • Condições de solo favoráveis à germinação umidade, temperatura e aeração.
  • Efetuar o tratamento de sementes com produtos que não afetem a qualidade das sementes, que sejam compatíveis entre si, e de acordo com as recomendações técnicas.
  • Observar períodos de carência de herbicidas utilizados, ou possibilidade de efeitos fitotóxicos de produtos utilizados na cultura anterior.
  • Escolher o equipamento de semeadura adequado ao sistema de produção e às condições da propriedade.
  • Observar as recomendações de espaçamento e densidade para a cultivar, levando em consideração o poder germinativo das sementes utilizadas.
  • Regular a profundidade de semeadura recomendada para a cultura, observando as condições de solo.
  • Regular o equipamento ou efetuar a escolha de discos de acordo com o tamanho das sementes utilizadas.
  • Adotar uma velocidade de semeadura que favorece a uniformidade da distribuição das sementes.
  • Avaliar a ocorrência de danos mecânicos nas sementes no momento da semeadura.

Diversas pesquisas científicas comprovam que plantas vigorosas, uniformes, sadias e sem competição com outras têm relação direta com maior peso de grãos e produtividade por planta. O resultado final é definido, muitas vezes, por pequenos detalhes. Algumas decisões técnicas tomadas no início da safra podem impactar positiva ou negativamente no desempenho de determinada variedade. 

Neste contexto, a missão dos agricultores e consultores técnicos é identificar esses gargalos e atuar de forma cuidadosa para reduzir os riscos. Não é uma missão fácil, mas a agricultura brasileira já provou diversas vezes sua capacidade de superar as barreiras inerentes ao nosso negócio. Comece pela semente!


Assine a Revista Strider gratuitamente. Leia mais notícias e novidades no Blog Por Dentro do Agro.

Acompanhe-nos no FacebookInstagramLinkedin.

você pode gostar também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.