Strider lança Inteligência Artificial na 26ª Agrishow

0

Ribeirão Preto, 2019 – A inovação tecnológica está transformando todos os setores da economia e da sociedade. Da mídia às finanças, passando pela saúde, educação e varejo, não há atividade que escape das mudanças provocadas pela tecnologia. Depois de vários outros mercados serem sacudidos pela transformação digital, agora é a vez do campo. Participando pela segunda vez da 26ª Feira Internacional de Tecnologia Agrícola em Ação (Agrishow), a Strider, Agtech com sede em Belo Horizonte (MG), chega na feira com mais um lançamento tecnológico: a “SIA”, plataforma de inteligência artificial da Strider. A SIA será capaz de gerenciar toda a operação da fazenda processando os dados e os transformando em relatórios inteligentes para que o produtor tenha uma operação eficiente e rápida. Nessa fase, os algoritmos chegam às fazendas para elevar a produtividade a níveis inimagináveis.

Na revolução digital agrícola em curso, a Inteligência Artificial (AI) promete ocupar papel de destaque, com impacto em toda a cadeia do agronegócio. Mas como esse sistema inteligente se insere na agricultura?

Na prática, a “Strider Inteligência Artificial” (SIA) unificará as tecnologias da Strider (Protector e Tracker) e terá condições de estimar o comportamento de todas as variáveis e processos do campo. Previsão do clima, supervisão da frota da fazenda (alertas sempre que uma máquina estiver operando fora das condições ideais e planejadas), envio de relatórios sobre a quantidade e o tipo de pulverização que deve ser realizado em determinado talhão, identificação de pragas e prescrição em tempo real para o gestor solucionar o problema de forma rápida, são alguns dos exemplos do que a plataforma Strider será capaz de realizar.

A SIA recomendará ações baseadas na análise de diversos cenários. E como tem a capacidade de gerar e gerir milhares de dados, no futuro, essa tecnologia atuará diretamente na produtividade e rendimento do negócio rural.

“Outra função inédita da SIA é:  caso os processos indicados não estejam sendo executados de forma correta, o gestor da fazenda recebe um alerta com a proposta de corrigir em tempo real a ação que está fora do recomendado, podendo, dessa forma, corrigir a operação em tempo real”, destaca Luiz tangari, Ceo da Strider.

STRIDER E JOHN DEERE

59524297_1170448776468568_1762887601729044480_n

E não é que até as tradicionais máquinas agrícolas se renderam às tecnologias desenvolvidas para o mundo agro. Neste ano, a John Deere em parceria com a Strider apresentará os primeiros softwares conectados que contribuirão com o trabalho  do Centro de Operações. A Strider, por exemplo, apresenta sua solução para gestão operacional no campo. Paulo Viana, diretor de novo negócios da Strider, explica que com a integração da tecnologia do Protector no centro de operação das máquinas, o produtor rural terá dados precisos e uma eficiência exata na hora de executar os processos agrícolas. “Máquinas avançadas  usando tecnologia de ponta será sucesso garantido de produção. Esse é um trabalho inédito na agricultura nacional”, afirma Paulo.

Para o diretor de Vendas da John Deere Brasil, Rodrigo Bonato, chegou a Era da Agricultura Digital Colaborativa. “Criamos um ecossistema colaborativo em prol do desenvolvimento do agronegócio brasileiro, contribuindo para transformar a agricultura de precisão em agricultura de decisão. Com estas tecnologias, conseguimos mostrar ao mundo que produzir mais e preservar mais o ambiente é possível”, completa Bonato.

Assine a Revista Strider gratuitamente. Leia mais notícias e novidades no Blog Por Dentro do Agro.

Acompanhe-nos no FacebookInstagramLinkedIn.

 

você pode gostar também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.